17 outubro 2006

Pinheiro


Pinheiro teimoso, cuidadoso ou apenas distraído.
Uma parede ou um beirado, podem não parecer lugares óbvios para que um pinheiro decida lançar as suas raízes. E daí? Todos os pinheiros têm de ser iguais e nascer direitinhos num qualquer campo ou beira de estrada? Este não achou tão óbvio, e decidiu-se a viver num beirado, começou a ter boa vista ainda era uma miniatura e prometeu a si próprio que seria mais alto que todos os que conhecia.
Manias!

02 setembro 2006

Libano

Um amigo que passou o período da guerra no Libano, enviou-me algumas fotos que ilustram a destruição cega que Israel desencadeou neste país. Sem pretender avaliar a validade de cada um dos lados do conflito, porque o meu lado é sempre o da paz, não posso deixar de publicar aqui estas imagens que demostram o quão ridícula é a guerra. Nesta, como em todas as guerras, quem perde são as populações que vêem os seus países destruídos e que são violadas no seu direito de existir e de viver em paz.

26 julho 2006

Fresca

Neste período em que ando a banhos, vou ver se arranjo umas coisinhas frescas para ir deixando por cá.

04 julho 2006

Requiem

O Daniel Oliveira no seu arrastão, enterra definitivamente essa utopia chamada choque tecnológico. Para digerir com raiva e atenção.

Os jornalistas comeram esta informação, sem se dar conta do absurdo: Portugal teria dos preços mais baixos de banda larga da Europa. Quem o dizia era o primeiro-ministro. A informação só podia vir da PT. Foi divulgada por Mário Lino, repetida por Sócrates e engolida sem qualquer investigação pela comunicação social. Garantia-se que tínhamos a 5ª ligação mais barata, tendo a Espanha a mais cara. A Forrester Research (Informação via Esquerda.Rádio, na crónica 3bits de conversa), uma empresa de consultadoria independente, confirma que os preços espanhóis são altos. Os terceiros mais altos da Europa. Só ultrapassados pela Noruega e… Portugal. Sendo que Portugal é o único país estudado em que o preço da Banda Larga aumentou 2% entre 2005 e 2006. No resto da Europa baixou 35%. Conclusão: o governo fez publicidade enganosa à PT e os jornais fizeram publicidade enganosa ao governo.

25 junho 2006

Sonhos

Na terra dos sonhos, tu podes ser quem tu és.........................................................

05 junho 2006

azulejo

Azulejo designa uma peça de cerâmica de pouca espessura, geralmente quadrada, em que uma das faces é vidrada, resultado da cozedura de uma substância à base de esmalte que se torna impermeável e brilhante.

22 maio 2006

Mirando

o horizonte distante, a imaginação transporta-nos sobre a calma.
Sobrevoamos o Sado num rápido voo de águia.
O tempo, esse fica para trás, parado e quieto à espera que terminemos a nossa incursão pelo espaço.

04 maio 2006

Linhas


curvas, rectas, convergentes ou divergentes, gordas e magras, de todas as cores.
As linhas parecem gente.
Umas, dinâmicas, desenhando os caminhos intermináveis da imaginação e outras, estáticas, descrevendo becos sem saída, curtos e cinzentos.

26 abril 2006

25 de Abril sempre

Abril tocava assim!
Artemsax "Entreparedes", ou como Carlos Paredes vive no interior de uns Saxofones. Excelente!

21 abril 2006

Cravo de Abril

Chegou com a força e a cor da juventude. No esplendor do seu vermelho, espalhou um perfume inebriante quase alucinógeneo. Atingiu-nos com as suas promessas de doce pólen. Acreditámos.
Os anos foram passando, e da cor, perfume e promessas do viçoso cravo, pouco sobrou.
Jaz morto e apodrece como tantos outros sonhos.

20 abril 2006

Presos!

Mais uma ideia engraçada dos nossos governantes.
Acabam com o presídio de Pinheiro da Cruz, no seu lugar nascem centenas de moradias, dois campos de golfe e sabe-se lá o que mais. E para acabar a substituição, nós que não jogamos golfe nem somos ladrões, teremos de pagar uma nova prisão.

11 abril 2006

Aniversário Bloguite

No dia 11 de Abril de 2005 a Bloguite invadiu pela primeira vez este espaço. Foi um ano cheio de mudanças, quase nunca para melhor, apesar de tudo cá vamos conseguindo manter a doença controlada. A todos os amigos que por aqui têm passado, o obrigado pela visita e a promessa de tentar manter o virus no activo.
O dia em que nasci mourra e pereça,
Não o queira jamais o tempo dar;
Não torne mais ao Mundo, e, se tornar,
Eclipse nesse passo o Sol padeça.

A luz lhe falte, O Sol se [lhe] escureça,
Mostre o Mundo sinais de se acabar,
Nasçam-lhe monstros, sangue chova o ar,
A mãe ao próprio filho não conheça.

As pessoas pasmadas, de ignorantes,
As lágrimas no rosto, a cor perdida,
Cuidem que o mundo já se destruiu.

Ó gente temerosa, não te espantes,
Que este dia deitou ao Mundo a vida
Mais desgraçada que jamais se viu!

Luís de Camões

10 abril 2006

Exílio

Quando a pátria que temos não a temos
Perdida por silêncio e por renúncia
Até a voz do mar se torna exílio
E a luz que nos rodeia é como grades


Sophia de Mello Breyner Andresen

05 abril 2006

Nuvens negras

Nenhum espaço em branco
é impune
nenhum espaço negro
é impune
nenhum espaço
em negro e branco
satisfaz o tom
cinzento dos ratos
que roem a nossa raiz.


Zeca Magalhães


04 abril 2006

Correntes

Será que a corrente do "peer to peer" é suficientemente forte para resistir aos ventos que se avizinham?

03 abril 2006

30 março 2006

Cal

Enquanto políticos e companhia discutem choques tecnológicos e outros palavrões, o país real vai sobrevivendo ao ritmo de sempre. O ritmo da cal, aplicado pelo mesmo pincel secular.

29 março 2006

01 fevereiro 2006

13 janeiro 2006

veículo!

Se às medidas económicas do Governo, juntarmos a visão futurista de Cavaco Silva, este é o modelo de transporte que os portugueses vão passar a usar. Não sei para que servem as rodas, talvez para as descidas.

02 janeiro 2006

Feliz ano novo

Deixo aqui esta salva de palmas especiais, a todos os amigos e não só que por aqui têm passado.