05 abril 2006

Nuvens negras

Nenhum espaço em branco
é impune
nenhum espaço negro
é impune
nenhum espaço
em negro e branco
satisfaz o tom
cinzento dos ratos
que roem a nossa raiz.


Zeca Magalhães


4 comentários:

Yes, Master disse...

Esses ratos são cá uns insatisfeitos...

é favor pôr cor para os ratos...

Abraço

Lmatta disse...

está lindo o poema e a foto
gosto

Ponto Verde disse...

O escândalo do Metro Sul do Tejo em www.a-sul.blogspot.com

Carla Trindade Cardoso disse...

Gostei muito das fotos!
Foi difícil escolher uma para comentar. Parabéns!

Pessoas como José Régio ou Sophia de Mello Breyner Andresen, não precisam de ter muitos seguidores... basta que sejam bons!

http://catiwolf.blogspot.com