29 março 2006

Adeus

A morte é sempre injusta e inexplicável, por qualquer estranho motivo são sempre os bons que partem.
Deixo aqui esta foto da Natércia, porque corresponde à imagem que retenho dela.

3 comentários:

sonia r. disse...

Obrigada pela visita Chapa. O teu blogue é muito interessante, voltarei mais vezes.
Boa tarde.

paper life disse...

Também tive o prazer de conhecer a Natércia.

Guardo-a assim.

KIM PRISU disse...

adeus Natércia