22 abril 2011

Tempo de fé

7 comentários:

Índigo disse...

Parece una equilibrista sujetándose en la cuerda floja, una equilibrista a la que le gusta el color.

Hugo disse...

Eu diria mais, templo de fé!

the dear Zé disse...

são múltiplos e obscuros os caminhos da fé, como sabes, deus escreve torto por linhas direitas...

mfc disse...

Amen...

luisM disse...

Agradeço deixares-me a orientação espiritual. Sempre sonhei em fundar uma seita (Batista de certeza), mas nunca tive dinheiro para emigrar até à América. Quando olhava para o numerário disponível nunca passaria dos Açores. Aceito-te como acólito. Neste tempo de desespero próximo, a espiritualidade pode dar as respostas que não se vislumbram no BCE. Estamos perante uma oportunidade de regeneração e de purificação, mesmo no sentido literal: qualquer dia, por este caminho, vamos começar a jejuar.

Quanto à imagem, aceito a simbologia se se tratar dum toureiro (como a Moita é lá perto, pode ser). Se não, é de certeza uma blasfémia, essa associação dos chifres com a Senhora de Fátima. Olhaste para as cores desfocadas no fundo? É vermelho, pois é, de sangue! Pode ser uma premonição!

Olha para ti, analisa-te, verifica as tuas intenções ao publicares a imagem. Se forem puras meu filho, dá graças, se não... Soarão as trombetas e a dor irromperá no teu peito, aguda e ácida, fazendo-te sofrer mil tormentos, por mil dias sem interrupção.

Estás na mão da tua consciência...

Chapa disse...

Luis, prometo tentar redimir-me nos próximos dias através das imagens divinas. Se não conseguir o perdão, 2ªfeira pago a minha promessa a S.Pirata.

Sérgio Pontes disse...

Gostei desta foto! Boa Pascoa