15 novembro 2012

Saúde


3 comentários:

Gelfoto disse...

Esta salud está como nuestros países, al borde del colapso
No podías haberlo expresado mejor
Un abrazo

the dear Zé disse...

um direito inalienável... ou coisa assim.

luísM disse...

Já lá vai o tempo em que se pensava na saúde dum povo, agora existem os restos dum serviço público tentando esconder a ruína e a consequente farsa dum direito de cidadania. O povo que vá morrendo, diminuem os desempregados e os reformados, ajeitam-se as prestações sociais, é a mensagem subliminar dos governantes.