26 abril 2009

Cravo


Os cravos já não brotam das espingardas. A revolução acabou, domesticou-se e até já tem medo da chuva.