06 março 2009

fui ver o Tejo

e encontrei, ainda, vestígios de pescadores, aqui.

5 comentários:

miguelrr disse...

Adoro pormaiores. Mas a verdade éque essa rede já tem vestigios de modernidade (argolas de plastico).
Boa foto.

CybeRider disse...

As toninhas é que nunca voltaram. Os grandes rios são fontes arqueológicas riquíssimas. Há que escavar enquanto não o enfiam num tubo de pontes. Dentro de pouco poderá ser tarde. Vestígios de pesca no Tejo recordam-nos que nem sempre os peixes foram feitos em fábricas, e os tempos em que não enfiávamos Tolans lá dentro. Se ao menos os rios pudessem vomitar...

Anónimo disse...

...sempre foram as cloacas do crescimento urbano, que se desenrolou ao longo das suas margens. Extraordinária é a capacidade de resistência que o Tejo tem mantido, com milhões de cus a depositarem ali as suas produções diárias.

Javier disse...

Me gustan estas fotos de detalles que a la gente les pasa desapercibidos. Estupenda foto!

Tono disse...

Muy bonita.Estupendos detalles